ABASTECENDO O CARRO NA FRANÇA

Olá, pessoal!!

A primeira vez que fomos abastecer um carro aqui na França foi bem complicado, pois não sabíamos operar a bomba kkk… as instruções estavam todas em francês… então, para quem só sabia falar “bonjour”, imaginem só como foi kkk..

O sistema de abastecimento na França é bem diferente do que estamos acostumados no Brasil, pois não há frentistas nem atendentes para abastecer o carro… Como quase tudo por aqui, o serviço de abastecimento também é self-service, ou seja, cada um é responsável por encher o tanque do seu carro.

1) Antes de abastecer o carro

Verifique no carro de qual lado fica a entrada de combustível para facilitar na hora de abastecer.

2) Operando a bomba

Ao chegar no posto e estacionar ao lado da bomba, você vai ter que escolher a forma de pagamento. Todos os postos e bombas funcionam como cartão de débito, mas nem todos os cartões são compatíveis com as máquinas. Por isso teste primeiro, se quiser. Alguns cartões pré-pagos também funcionam dessa maneira.

3) Utilizando cartão pré-pago para abastecer

Antes  de entrar na loja de conveniência do posto verifique o número da bomba que está o seu carro, entre na loja e solicite para o atendente colocar crédito na bomba onde você estacionou. Se sobrar crédito quando você encher o tanque, basta entrar na loja de volta e pedir o troco para a bomba em que você estava.

Após obter os créditos, você deve retornar até a bomba e escolher o tipo de combustível. Depois é só abrir a tampa do tanque de combustível, colocar a mangueira e, em seguida, acionar o gatilho.

4) Utilizando cartão de débito

Normalmente os postos bloqueiam um valor maior do cartão como segurança, cobram o valor utilizado e, depois, desbloqueiam o que sobrou em 24-48 horas (importante ficar de olho no saldo do cartão para controlar se o dinheiro foi desbloqueado direitinho).

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

Eu te darei resposta, a ti e aos teus amigos contigo.

Jó 35.4

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

Salvar

COMO EVITAR TRANSTORNOS (FURTOS E ROUBOS) COM A SUA BAGAGEM

Olá, pessoal!!

Nos post Bagagem de mão: o que levar?! e O que posso levar na bagagem ?!?!, eu comento sobre os itens que são e os que não são permitidos na bagagem de mão e na despachada. E também dou uns pitacos sobre como montar uma bagagem de mão. No post de hoje vamos falar sobre como evitar alguns transtornos com sua bagagem.

1)  Bagagem despachada

Evite despachar bagagens que contenham objetos de valor, tais  como  jóias,  dinheiro  e  eletrônicos  (celulares, notebooks, filmadoras,   etc).   Esses   objetos   devem   ser transportados, de preferência, na bagagem de mão.

2)  Bagagem de mão 

Use para transportar objetos de valor, tais como joias, dinheiro e eletrônicos (celulares, notebooks, filmadoras, etc).  Os líquidos em frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo se o frasco estiver parcialmente cheio. Todos  os  líquidos,  inclusive  gel,  pasta,  creme,  aerossol e   similares   devem   ser   conduzidos   em   frascos   com capacidade  de  até  100  ml  e  colocados  em uma embalagem plástica  transparente e vedada.  A minha dica é vocês comprarem um kit que vem com alguns frasquinhos transparentes… é bem mais prático.

3) Voos noturnos e de longa duração

Pegar voo de noturno e de longa duração é um convite para um cochilo, então cuidado… Guarde os seus documentos (passaporte, dinheiro, etc) sempre com você.  Use cadeado para prevenir que algum mal intencionado abra a sua mala durante o seu sono no voo.

4) Realidade dos tratos com as malas nos aeroportos

As malas são tratadas como sacos de lixo, elas são jogadas de um lado para o outro e acabam rasgando, tendo as alças quebradas e os cantos trincados. Até mesmo aquelas que são etiquetadas como “frágil” no momento do embarque têm um tratamento semelhante.

5) Faça uma lista dos itens da mala

Como já falei, eu sou metódica e meu marido fica um pouco estressado de fazer essa listinha…  Mas assim fica mais fácil verificar se tiver algo faltando. Assim, poderemos reclamar com a cia aérea ou acionar o seguro para recuperar o valor perdido.

6) Invista em um bom seguro de viagem

A maioria dos seguros de viagem também cobrem roubos e extravios de bagagem, logo,
 se a cia aérea estiver enrolando para  reembolsar o valor furtado, é só acionar o seguro que eles cuidam de tudo.

7) Diferenciem sua mala

Coloquem fitas, elásticos, adesivos e tudo o que puder para diferenciar a sua mala das demais. Afinal, não somente pessoas mal intencionadas podem pegá-las, mas pessoas distraídas também.

8) Plastificar ou não a bagagem?

Como forma de “dificultar” a ação dos ladrões, o plástico pode sim ajudar.

Espero que essas  dicas sejam úteis… Afinal, cuidado nunca é demais!! Se tiver outras dicas, fique a vontade para deixá-las nos comentários.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

Melhor é o pouco com justiça, do que a abundância de bens com injustiça.

Provérbios 16.8

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

ESCOLHENDO HOTEL COM SEGURANÇA – ONDE SE HOSPEDAR?!

Olá, pessoal!!

A escolha do hotel é um item muito importante para o planejamento de uma viagem, porém quando as pessoas me pedem indicação de hospedagem, seja na França ou qualquer outro lugar, é muito difícil responder, pois o hotel que pode ser bom para mim, pode ser maravilhoso para uns e péssimo para outros. Tudo vai depender do que você está  buscando: tem pessoas que preferem preço, outras conforto, outras querem ficar mais próximo das atrações turísticas, enfim… Hoje vou compartilhar com vocês como faço para escolher os hotéis .

1º Sistema de hospedagem

A primeira coisa que eu faço é definir quando vou viajar e quanto tempo vou ficar, para a partir desse ponto inicial, decidir qual o tipo de hospedagem que vai melhor me atender. Por exemplo: se vou ficar um período maior na cidade, considero as opções de apartamentos em condomínios fechados que oferecem uma infraestrutura um pouco mais completa, ou mesmo aparthoteis que tenham cozinha… faço questão disso (leia mais sobre hotéis com cozinha), porém se minha viagem for curta, procuro um hotel comum mesmo.

2º Refeições incluídas (meia pensão / pensão completa)

Primeiro verifico o valor da hospedagem sem refeições e depois com as refeições inclusas, para saber se realmente vale a pena. Na França, por exemplo, quase toda esquina tem uma boulangerie (padaria) para tomar um café da manhã que, muitas vezes, sai bem mais em conta.

3º Escolhendo o hotel com segurança

Depois de definir a hospedagem que melhor vai atender, chegou a hora que mais gosto: buscar as ofertas disponíveis por aí.  O Booking.com  é uma ferramenta maravilhosa para procurar hotéis:  ele oferece uma lista gigante e com  preços bem variados, então não deixe de pesquisar muito bem.  Faço uma seleção de alguns hotéis que me interessaram e, então, eu vou consultar  a nota e a opinião das pessoas que já se hospedaram.


Fazendo suas reservas pelo Booking.com através do blog, vocês nos ajudam a manter ele funcionando! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, e continua recebendo TODOS os seus benefícios (sem exceção)… Não ficamos sabendo quem fez a reserva nem a pontuação da pessoa… é tudo confidencial e fica no banco de dados do  Booking.com…. Selecionando o destino no painel do Booking do blog, vocês serão redirecionados para site oficial deles e eles vão associar que vocês vieram a partir do nosso blog, e é isso que ajuda a manter o blog no ar….


Os comentários que presto mais atenção são: atendimento, ar condicionado (heheh), localização, segurança e limpeza.

E, para finalizar, vou deixar mais algumas #dicasaosviajantes de plantão:

  • Verifique se o seu hotel tem cofre, para o caso de você precisar deixar algum bem de maior valor.
  • Evite hotéis sem recepção e sem nenhuma forma de controle de acesso.
  • NÃO deixe o seu passaporte no hotel, a menos que ele esteja em algum lugar muito seguro. Eu, por exemplo, não confio nem nos cofres.  Lembre-se que esse é o seu único documento válido no exterior.
  • Não deixe suas compras espalhadas pelo quarto, pois esse é um sinal claro que você fez muitas compras
  • Verifique a porta do quarto sempre que sair dele. Eu e meu marido somos muitos metódicos hehehe, uma vez a porta do quarto não trancou após fechar… Graças a Deus, como sempre conferimos se a porta realmente fechou, ligamos na recepção e imediatamente o pessoal da manutenção consertou.

A ideia desse post é  ajudá-los a garantir uma viagem tranquila. Tenho certeza que com essas dicas você vai escolher um bom hotel e evitar muita dor de cabeça durante sua viagem.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á.

Lucas 11.10

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

COMO ESCOLHER O MELHOR TICKET DE TRANSPORTE PÚBLICO EM PARIS?!

Olá, pessoal!!

No post sobre dicas de transporte em Paris explicamos como funciona  o sistema de ticket para transporte público em Paris. No vídeo de hoje vamos explicar quais são as diferenças entre os principais tickets de transporte público para facilitar a sua escolha na hora da compra. Deixem seus comentários e sugestões. E não esqueçam de se inscrever no canal e, se gostarem do vídeo, cliquem em “eu gostei”.

Billet Îlle-de-France:

Vantagens:

  • Válido para RER e metrô
  • 20% de desconto na compra de 10 tickets
  • Validade indeterminada

Quantidade de trajetos: 1

Preço: O preço depende da sua origem (ponto de partida) e do seu destino (ponto de chegada)

Billet aéroport:

  1. Roissy Charles-de-Gaulle (CDG)
  2. Aéroport d’Orly
  3. Aéroport de Paris-Beauvais

Preço: O preço depende do aeroporto e do ponto de partida. Para mais informações sobre os preços é só clicar aqui.

Quantidade de trajetos: 1

Ticket T+:

Vantagens:

  • Válido para RER, metrô, ônibus e tramway
  • 25% de desconto na compra de 10 tickets
  • Válido por 2h na baldeação (metrô e RER) e 1h30 na baldeação (ônibus e tramway)

Quantidade de trajetos: 1

Preço: a partir de 1,90€

Mobilis:

Vantagens:

  • Trajeto ilimitado durante 1 dia
  • Válido para RER, metrô, ônibus, trem e tramway  (exceção da linha Orlyval e linhas da SNCF)

Quantidade de trajetos: ilimitado dentro da zona escolhida

Preço:

Paris Visite:

Vantagens:

  • Trajeto ilimitado dentro da zona que você escolher
  • 25% de desconto para visitar o Arco do Triunfo
  • 25% de desconto para visitar o Observatório Montparnasse
  • Tickets para 1, 2, 3 ou 5 dias consecutivos

Número de trajeto: ilimitado dentro da zona escolhida

Preço:

** Crianças (enfant)  de 4 à 11 anos pagam um preço diferenciado

Navigo mois et semaine:

Vantagens:

  • Válido para RER, metrô, ônibus e tramway
  • Trajeto ilimitado dentro da zona que você escolher

Número de trajeto: ilimitado dentro da zona escolhida

Preço:

** Navigo Semaine (semana) Navigo mois (mês)

Para mais informações sobre tickets e trajetos acessem o site da RATP, que é a empresa responsável em administrar a malha de transporte público em Paris e regiões.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“Com o puro te mostras puro; mas com o perverso te mostras rígido.”
2 Samuel 22.27

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!

Booking.com
Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

COMENDO BEM NA DISNEY PARIS

Olá, pessoal!

Comer bem é parte importante de qualquer viagem, e por que ser diferente na Disney?! Hoje vou falar sobre um dos restaurantes temáticos que mais aprecio na Disney Paris para ajudar na escolha dos viajantes de plantão.

O Bistrot Chez Rémy, como qualquer outro restaurante temático da Disney, tem um charme todo especial e, claro, toda aquela magia que só encontramos na Disney.

Com certeza quem é fã dos filmes da Disney já viu o filme Ratatouille, pois bem a decoração do restaurante é toda baseada no filme.

Não é um restaurante barato, ainda mais quando temos que converter nosso dinheirinho para euro, mas é aquele tipo de programa que a gente paga pela experiência. Os preços dos pacotes variam de 31,99€ a 74,99€ e tem menu especial para as crianças, que começam a partir de 18,99€.

Como qualquer restaurante temático da Disney ele é bem disputado, principalmente nas épocas de alta temporada nos parques, então para garantir sua mesa é bom fazer a reserva com antecedência 🙂

Em qual parque o restaurante fica localizado?

O restaurante está localizado no Parc Walt Disney Studios na área temática do Ratatouille.

Como e quando fazer a reserva?

A reserva pode ser feita através do telefone +33 01 60 30 40 50 (eles falam inglês)

Recomenda-se fazer a reserva com dois meses de antecedência.

O que está incluso nos pacotes da refeição?

** A entrada, o prato principal e a sobremesa, que são oferecidas em cada pacote são diferentes. Acessem o link: Bistrot Chez Rémy para visualizar os pratos oferecidos em cada pacote.

Menu Rémy 31,99€ : Entrada e prato principal (bebida não inclusa)

Menu Émile 39,99€ : Entrada, prato principal e sobremesa (bebida não inclusa)
ou
Menu Émile 54,99€: Entrada, prato principal e sobremesa (vinho incluso)

Menu Linguini 47,99€: Entrada e prato principal (bebida não inclusa)

Menu Gusteau 59,99€: Entrada, prato principal e sobremesa (bebida não inclusa)
ou
Menu Gusteau 74,99€: Entrada, prato principal e sobremesa (vinho incluso)

Menu Petit Chef 18,99 (Para crianças de 3 a 11 anos):  Entrada, prato principal e sobremesa e bebida. As opções de bebidas são: água ou suco (laranja ou maçã) ou leite

Menu Petit Gourmet 32,99:  Entrada, prato principal e sobremesa e bebida. As opções de bebidas são: água ou suco (laranja ou maçã) ou leite

Nossa experiência no Bistrot Chez Rémy…

Como já havíamos reservado o restaurante com antecedência, chegamos alguns minutos antes no restaurante e ficamos sentados em um sofá na recepção. No horário marcado fomos convidados a entrar.

Recebemos o cardápio e o garçom, muito simpático, sugeriu alguns pratos. Começamos pela entrada, em seguida fomos para o prato principal eu e minha mãe optamos por peixe com purê de batata ao molho do chef. Sério… não era só um peixe com purê de batata…  Era simplesmente maravilhoso! Espetacular!! Valeu cada centavo… Já o Fábio e o meu pai foram na famosa carne, que segundo eles estava muito boa!!

Em seguida, escolhemos a sobremesa… Que também estava uma delicia! Com aquele gostinho de quero mais…

Conclusão sobre nosso almoço…

Este restaurante traz pratos variados, interessantes, extremamente bem preparados e saborosos, tudo isso em um ambiente mais que especial.  É com certeza uma experiência muito legal e marcante em qualquer viagem para a Disney.

Porém é uma refeição cara, mas, pela qualidade da comida e da experiência, vale cada centavo investido.  Então #ficaadica se o seu orçamento permitir, vale a pena investir!

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“Bem-aventurado o homem cuja força está em Ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados.”
Salmos 84.5

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!

Booking.com
Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

CHEGANDO NO AEROPORTO CHARLES DE GAULLE (CDG) EM PARIS + TERMINAIS + CDGVAL

Olá, pessoal!

No post sobre Chegando no aeroporto Charles de Gaulle (CDG) contamos  sobre o que esperar na chegada em Paris. No vídeo de hoje respondemos uma das perguntas que mais recebemos aqui no blog sobre o aeroporto de Paris , explicamos como andar entre os terminais e quais placas seguir…

O que acharam? Deixem seus comentários e sugestões. E não esqueçam de se inscrever no canal e, se gostarem do vídeo, cliquem em “eu gostei”.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“E faço misericórdia a milhares dos que Me amam e aos que guardam os Meus mandamentos.”
Êxodo 20.6

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!

Booking.com


Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

DICAS PARA O ROTEIRO DA DISNEYLAND PARC – DISNEY PARIS

Olá, pessoal!

O Disneyland Parc é sem dúvida o principal parque da Disney em Paris. Esse parque é baseado na Disneyland nos Estados Unidos e  é dividido em 5 regiões, também chamadas em inglês de ‘lands’: Main Street, Adventureland, Frontierland, Discoveryland e Fantasyland.

Cada uma dessas regiões tem sua identidade própria, clima e seu próprio ritmo.

POST QUE PODE INTERESSAR:DISNEYLAND PARIS – DICAS GERAIS

DICAS AOS VIAJANTES

  • Acompanhe as filas pelo celular: com o aplicativo oficial da Disneyland Paris você consegue ir monitorando o tamanho das filas. O Wifi é gratuito no parque.
  • Sempre evite programar sua visita ao Disneyland Parc em época de férias escolares. A França tem várias férias escolares ao longo do ano, são férias que duram de uma a duas semanas e são divididas por regiões.
  • Chegue ao parque e reserve seu Fastpass:assim você terá algumas atrações com horário marcado, para pegar uma fila alternativa que dura menos tempo que a fila normal.

ALGUMAS DAS ATRAÇÕES QUE RECOMENDAMOS NO SEU ROTEIRO:

MAIN STREET
A entrada do parque é pela Main Street. Não esqueça de pegar um mapa e um time guide na entrada do parque.

Castelo da Bela Adormecida: Durante a manhã o parque não está lotado então aproveite e tire fotos em frente ao castelo.

Disney Stars on Parade brille de mille feux pour nos 25 ans:  É a tradicional parada da tarde do Disneyland Parc e  conta com os personagens de dezenas histórias e filmes da Disney. Atualmente ela está comemorando os 25 anos do parque.

L’éblouissant spectacle nocturne Disney Illuminations:  é o show de fogos e iluminação noturno em frente ao castelo. #ficadica:ASSISTA o show, não se preocupe em filmar ou tirar fotos. Na minha opinião é o melhor espetáculo do parque… até os mais durões ficam encantados com a magia Disney!

FRONTIERLAND

Big Thunder Mountain: montanha russa tradicional da Disney. A favorita dos meus pais!

Phantom Manor: É a “casa do terror”, é bem divertida!

ADVENTURELAND

Indiana Jones™ et le Temple du Péril: Montanha russa com looping. Eleita a melhor pela minha irmã e pelo meu marido!

Pirates of the Caribbean: Uma viagem no cenário dos Piratas do Caribe! É uma atração legal.

FANTASYLAND

It’s a small world:  seria uma espécie de casa encantada… é um clássico! Dentro da atração  toca uma música chicletinho, aquela que fica na cabeça hahaha. É bonitinho, se tiver tempo… vale a pena!

Peter Pan’s Flight: É um passeio pela história do Peter Pan. Se você gosta de atrações radicais, essa com certeza não vai te agradar. Mas se você curte clássicos da Disney, como eu, vai adorar!

DISCOVERYLAND

Buzz Lightyear Laser Blast:  Nessa atração cada pessoa tem uma arminha onde, ao longo do caminho,  tem que atingir os alvos.  No final sai um placar com a pontuação de cada um. A Paty e o Fábio me deixaram orgulhosa hahahah!

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“E, se andares nos Meus caminhos, guardando os Meus estatutos, e os Meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias.”
1 Reis 3.14

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!

Booking.com
Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

EXPLORANDO DUBLIN

Olá, pessoal!

Hoje vamos compartilhar alguns dos pontos que mais gostamos em Dublin. Para conhecermos toda a cidade, utilizamos aquele famoso ônibus que sempre estamos falamos direto aqui no blog, que tem sistema de Hop on – Hop Off, o post City tour tem mais informações sobre esse tipo de transporte.

Em Dublin existem várias empresas que trabalham com esse sistema, porém aconselhamos vocês a consultarem preços (que variam de uma empresa para outra) como também as empresas que trabalham com esse tipo de sistema no site oficial do Tourism Office.

Como já mencionei no post anterior, Dublin é uma cidade muito gelada e como estamos no ápice do inverno o frio é mais intenso. Então, mesmo o ônibus possuindo dois andares, optamos em ficar na parte de baixo pois era mais confortável, por conta do vento gelado na parte de cima.

Abaixo vamos listar alguns dos lugares que mais gostamos:

  • St. Stepehen’s Green: um parque que está situado no centro da cidade. Entre  jardins, lagos e  árvores, é possível encontrar dentro do parque diversas esculturas que remetem a fatos históricos.

  • College Green: é a universidade mais famosa e mais antiga da Irlanda, fundada em 1592 pela Rainha Elizabeth I.

  • Phoenix Park: considerado um dos maiores parques cercados da Europa e também lar de alguns cervos. Normalmente frequentado por pessoas praticando uma corridinha, como também por pessoas passeando com seus cachorros e famílias.

  • Ilac Centre: é um shopping onde podemos encontrar loja como T.K. Max (seria a T.J. Max americana) e tem vários lugares que fazem um smoothie gostoso. Sem contar que está praticamente ao lado de dois mercados: Tesco e LiDL.
  • Jervey’s Shopping : é o shopping que se tornou um dos nossos queridinhos em Dublin pois, além de ter um Wi-Fi muito bom, ele conta com uma praça de alimentação um pouco maior. E sem contar que dentro desse shopping você encontra loja como a Forever 21, e na frente do shopping, para quem gosta de Primark, tem a loja que é a irmã dela, Penny’s, com preços imbatíveis!
  • Avenidas comerciais: nas avenidas comerciais podemos encontrar várias lojas bem conhecidas por nós brasileiros como Victoria’s Secret, Forever 21, Penny’s (Primark), farmácia Boots, entre outras.
  • Temple Bar: é um bairro que conserva as características antigas, como ruas estreitas, e onde se localizam vários restaurantes e pubs. Vale a visita de dia e de noite.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores…”

Provérbios 10.22

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

TRANSLADO LONDRES – AEROPORTO DE STANSTED: TREM X ÔNIBUS – QUAL VALE MAIS A PENA?!

Olá, pessoal!!

No post Chegando em Londres, compartilhamos nossa experiência em fazer o translado de ônibus do aeroporto de Stansted até o centro de Londres. Hoje vamos fazer uma pequena comparação entre ônibus x trem.  Com base nessa pequena comparação, vocês poderão analisar qual desses tipos de translado vale mais a pena, ou seja, qual vai atender melhor as suas necessidades.

Ônibus Trem
Conforto x x
Wi-Fi x x
Horário definido x
Valores  £17,00 (ida e volta) ** £22,00 (ida e volta) **
Limite de quantidade de malas
x
Anúncio da próxima parada/estação
x

** Valores aproximados, consultar no sites das empresas os valores reais. O trem possui 1a e 2a classe (com valores e serviços agregados bem diferentes).

Conforto:

No quesito conforto tanto o ônibus quanto o trem são bem confortáveis, porém o ônibus é mais confortável. As cadeiras são mais confortáveis, e para quem chega a noite, por exemplo, no ônibus as luzes ficam apagadas, logo é possível tirar uma “sonequinha” enquanto no trem as luzes ficam acesas o tempo todo.

Wi-fi:

Tanto o ônibus quanto o trem têm rede Wi-Fi gratuita.

Horários:

Nesse quesito com certeza o trem ganha disparado do ônibus, pois o ticket do trem é comprado para usar no dia, ou seja, você não tem aquela obrigação de pegar o trem em um horário definido na estação, por exemplo. No ônibus, ao contrário, o ticket tem um horário específico então, se você perder o horário, a chance de você conseguir pegar o próximo é mínima, a não ser que você compre outra passagem.

Valor:

Nesse quesito o ônibus sai na frente, pois as tarifas são mais baixas, enquanto no trem o valor costuma ser mais caro. Mas sempre consulte ambos… vai que há alguma promoção em curso. Vale a pena ressaltar que, no trem, você tem a opção de 1a e 2a classe… onde a 1a classe, com um preço mais alto (normalmente), oferece alguns mimos extras (como fila reduzida para check-in, por exemplo, entre outros).

Limite de quantidade de malas:

Tanto o ônibus quanto o trem têm compartimentos para malas (grandes e pequenas). No ônibus cada passageiro tem direito a uma mala grande, enquanto que no trem, teoricamente, não há limite. No trem cada passageiro tem que se virar com sua mala e o espaço disponível em cada vagão tem limite… assim, se você chegar muito em cima da hora, pode ser que não haja espaço para sua mala e ela tenha que ficar no corredor… e viajar 50 minutos cuidando de sua mala não é legal hehehe…

Como o ônibus tem limite de quantidade de malas por passageiro, é garantido que haverá espaço para sua bagagem, mas a maioria dos motoristas (senão todos)  não colocam nem tiram sua mala do bagageiro… você que vai ter que procurar sua mala e tirar ela na hora do desembarque… o que é bem desconfortável e chato. E, para ser bem sincera, não acho muito seguro esse sistema também, vai que alguém pegue sua mala por engano?! Vai saber né…

Anúncio da próxima parada/estação:

O trem tem painéis que avisam as estações, toda vez que está se aproximando de alguma estação tem áudio comunicando, enquanto o ônibus vai depender do humor do motorista. No meu caso eu tive que perguntar.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.”

Mateus 11.29

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro em 02/01/2018

ANDANDO DE TGV NA FRANÇA

Olá, pessoal!!

Hoje estamos republicando o post sobre TGV na França, com algumas atualizações sobre as passagens…

O TGV é um trem de alta velocidade que opera em toda França e fora do país. 

 

Na primeira vez que entramos na GARE para comprar nossa passagem, confesso que foi um pouco assustador por dois motivos: 

1º A única palavra que sabíamos falar era “bonjour” heheh

2º Entender o funcionamento dentro da Gare (comprar passagem, compostar bilhete e localizar a plataforma).

Após o susto inicial, foi mais fácil do que imaginávamos. Viajar de TGV é uma experiência muito boa.

 

O post de hoje tem algumas dicas sobre a compra das passagens e alguns procedimentos que devemos fazer antes de viajar de trem. Et voilà!

 

Como pagar mais barato na passagem?

Existem dois fatores que ajudam muito a economizar: comprar com antecedência e ter flexibilidade no horário. Flexibilidade no horário significa que você pode, na mesma data, encontrar tarifas mais baratas em horários diferentes.


Atenção na passagem!!

Verifiquem as condições da passagem,  ou seja, se ela permite reembolso ou troca posterior. Estas informações são obtidas no momento da consulta de horários no site da SNCF (http://www.sncf.com) ou, para os que optarem comprar direto no ponto de vendas da SNCF, direto com o vendedor (desculpem, mas não me recordo se eles passam essa informação sem nós perguntarmos).


Promoções de última hora!!

O sistema de promoções funciona igual ao do avião: quando não completa o número de passageiros eles costumam (NÃO É REGRA!!) aparecer com promoções de última hora. 

Se você já tem uma programação, não recomendo ficar esperando essa promoção, pois, como eu disse, “costumam” pode ser que não aconteça.

Com a passagem em mãos, quais são os próximos passos??!!

A etapa mais importante, após comprar a passagem, é compostar,  ou seja, validar o bilhete nas maquininhas amarelas antes de embarcar. 

Dica: Olhe como as pessoas estão fazendo na hora do embarque e repita o procedimento. Isso ajuda muito heheh.

Se a fiscalização entrar dentro do trem e sua passagem não estiver validada, mesmo que você tenha comprado tudo certinho, vai pagar multa.

Compostage – máquina para validar a passagem

Update: para quem optar por comprar pela internet existe o e-billet, que nada mais é do que um ticket eletrônico nominal (ele é específico de o passageiro designado no bilhete, não podendo ser passado para outra pessoa). Este ticket não precisa ser compostado e, se você possuir o app da SNCF e linkar o ticket no app, você também não precisa nem imprimir, bastando apenas apresentar o QR code exibido pelo app para o fiscal (quando houver). Existem 2 apps da SNCF que fazem esta função: o SNCF (link para iOS, Android e Windows Phone) e o Voyages-SNCF (link para iOS, Android e Windows Phone)… a principal diferença entre eles é que, apesar de ambos servirem para validar o ticket em caso de fiscalização, o Voyages-SNCF permite que você acesse seu perfil no site da SNCF, podendo comprar bilhetes, gerenciar as compras, etc… enquanto que o SNCF é mais como uma ferramenta para verificação de linhas de trem, gares e consulta de horários. Ambos apps emitem alertas no caso de modificação da sua passagem, como atrasos, alteração da plataforma, etc. Ainda, se você tiver o Apple Watch, ao instalar o Voyages-SNCF no iPhone você pode transferi-lo para ele e ter acesso aos dados da passagem (além do QR code para o caso de fiscalização) diretamente no relógio, além das notificações… que são espelhadas do telefone.

Após compostar a passagem (caso seu ticket assim o exija), vamos localizar a plataforma. O número da plataforma não vem impresso na passagem, ele aparece no painel alguns minutos antes do embarque: o número do trem, o nome da cidade final (se for uma viagem com escala, pode ser que o seu destino não apareça escrito no painel) e o número da plataforma.

Dica: Eu sempre procuro pelo número do trem para não ter erro.

As informações que obtemos na passagem são: o número do vagão, que, em francês, chama-se voiture, e o número do assento, que, em francês, chama-se place assise (se for no corredor) e place fenêtre (se for na janela).

 

O espaço para guardar as malas grandes são de quem chegar primeiro: lembre-se que você vai ter que se virar sozinho com sua bagagem, ninguém vai carregar nada para você.

Dica: Recomendo, após saber o número da plataforma, ir o mais breve possível para o local, pois o trem é extenso e você vai ter que procurar o vagão correspondente a sua passagem, e, normalmente, o trem sai exatamente na hora prevista. Caso você esteja viajando com mala pequena é possível colocar no compartimento acima dos assentos.

 

Feito tudo isso, agora é só relaxar e apreciar a paisagem. 

Boa viagem!!
 

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“Bem aventurado o homem que tem em ti suas forças, em cujo coração estão teus caminhos”.

Salmos 84-5

 

Faça suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso, e estará ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.



por Vanessa Ribeiro