CHEGANDO NA IRLANDA |IMPRESSÕES INICIAIS

Olá, pessoal!

Quem acompanha o blog nas redes sociais sabe que recentemente estávamos explorando novas áreas. Deus colocou em nossos caminhos essa nova oportunidade de conhecer uma nova cultura e, como já é praxe aqui no blog, o que gostamos nós compartilhamos… então vamos compartilhar essa nova aventura com vocês.

Eu ainda estou em êxtase para escrever esse post, fiquei apaixonada pelo país, pela arquitetura, pelo jardins e, claro, pelo centro comerciais:  tem shopping no mesmo estilo do Brasil. Chega de enrolação e vamos começar! Allez-y!

Dublin é uma cidade muito gelada: o inverno eu posso descrever como congelante. Em números não é um país tão frio, mas devido aos fortes ventos e à chuva fina que cai quase todos os dias, é um país muito, muito gelado.

Para chegarmos até aqui passamos por uma pequena novela, pois o nosso voo sofreu atraso devido aos ventos extremamente fortes e, quando entramos no avião, recebemos a notícia do piloto de que a rota do voo estava sendo modificada devido à situação climática, ou seja, vento forte dificultando o pouso.

Passado o susto inicial… chegamos em Dublin!! Como o aeroporto fica afastado do centro optamos por fazer o translado de ônibus.

A partir do aeroporto, para chegar até o centro de Dublin, você tem várias opções: ônibus,  táxi, Uber, etc. Nós optamos por utilizar o serviço de ônibus para fazer o translado aeroporto – centro de Dublin e centro de Dublin – Aeroporto pois era alternativa mais barata naquele momento.

Sobre o ônibus…

No post Deu ruim no transfer conto sobre minha péssima experiência no transfer do centro de Dublin para o aeroporto

Primeiras impressões do país…

Fiquei surpresa com a educação das pessoas e de como elas se esforçam para entender a gente, pois vamos ser sinceros… todos nós temos sotaque e entender uma língua estrangeira com sotaque é difícil no começo, pois sempre tem alguma palavra que não vai soar perfeitamente em todos os ouvidos, além das diferenças no inglês… seja ele britânico, americano, australiano… Assim como no português do Brasil e no português de Portugal existem palavras que são diferentes para descrever, no inglês é a mesma coisa… então é normal não entender alguma palavra ou outra!

Café da manhã que parece um almoço (feijão, ovo, linguiça…). Mais parece um almoço que um café da manhã.

A quantidade de pub, o povo é bem animado!!

O vento. Eu sabia que ventava, mas não imaginava que em algumas situações eu ficaria assustada com ele: abrir guarda-chuva nesse país é besteira, a gente se sente a própria Mary Poppins naquela cena que ela desce com guarda-chuva heheh…

A arquitetura da cidade… apesar da Europa ser um continente antigo e conservar muito a arquitetura antiga, aqui existe uma mistura de construções novas e antigas que dão um charme todo especial para cidade.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

Levanta-te, resplandece, porque vem a Tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti..”

Isaías 60.1

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro

TRANSLADO LONDRES – AEROPORTO DE STANSTED: TREM X ÔNIBUS – QUAL VALE MAIS A PENA?!

Olá, pessoal!!

No post Chegando em Londres, compartilhamos nossa experiência em fazer o translado de ônibus do aeroporto de Stansted até o centro de Londres. Hoje vamos fazer uma pequena comparação entre ônibus x trem.  Com base nessa pequena comparação, vocês poderão analisar qual desses tipos de translado vale mais a pena, ou seja, qual vai atender melhor as suas necessidades.

Ônibus Trem
Conforto x x
Wi-Fi x x
Horário definido x
Valores  £17,00 (ida e volta) ** £22,00 (ida e volta) **
Limite de quantidade de malas
x
Anúncio da próxima parada/estação
x

** Valores aproximados, consultar no sites das empresas os valores reais. O trem possui 1a e 2a classe (com valores e serviços agregados bem diferentes).

Conforto:

No quesito conforto tanto o ônibus quanto o trem são bem confortáveis, porém o ônibus é mais confortável. As cadeiras são mais confortáveis, e para quem chega a noite, por exemplo, no ônibus as luzes ficam apagadas, logo é possível tirar uma “sonequinha” enquanto no trem as luzes ficam acesas o tempo todo.

Wi-fi:

Tanto o ônibus quanto o trem têm rede Wi-Fi gratuita.

Horários:

Nesse quesito com certeza o trem ganha disparado do ônibus, pois o ticket do trem é comprado para usar no dia, ou seja, você não tem aquela obrigação de pegar o trem em um horário definido na estação, por exemplo. No ônibus, ao contrário, o ticket tem um horário específico então, se você perder o horário, a chance de você conseguir pegar o próximo é mínima, a não ser que você compre outra passagem.

Valor:

Nesse quesito o ônibus sai na frente, pois as tarifas são mais baixas, enquanto no trem o valor costuma ser mais caro. Mas sempre consulte ambos… vai que há alguma promoção em curso. Vale a pena ressaltar que, no trem, você tem a opção de 1a e 2a classe… onde a 1a classe, com um preço mais alto (normalmente), oferece alguns mimos extras (como fila reduzida para check-in, por exemplo, entre outros).

Limite de quantidade de malas:

Tanto o ônibus quanto o trem têm compartimentos para malas (grandes e pequenas). No ônibus cada passageiro tem direito a uma mala grande, enquanto que no trem, teoricamente, não há limite. No trem cada passageiro tem que se virar com sua mala e o espaço disponível em cada vagão tem limite… assim, se você chegar muito em cima da hora, pode ser que não haja espaço para sua mala e ela tenha que ficar no corredor… e viajar 50 minutos cuidando de sua mala não é legal hehehe…

Como o ônibus tem limite de quantidade de malas por passageiro, é garantido que haverá espaço para sua bagagem, mas a maioria dos motoristas (senão todos)  não colocam nem tiram sua mala do bagageiro… você que vai ter que procurar sua mala e tirar ela na hora do desembarque… o que é bem desconfortável e chato. E, para ser bem sincera, não acho muito seguro esse sistema também, vai que alguém pegue sua mala por engano?! Vai saber né…

Anúncio da próxima parada/estação:

O trem tem painéis que avisam as estações, toda vez que está se aproximando de alguma estação tem áudio comunicando, enquanto o ônibus vai depender do humor do motorista. No meu caso eu tive que perguntar.

Fico por aqui e até o próximo post.
Beijos

Instagram:@vanessaribeiro.vr

Twitter:@ribeirovvanessa

“Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.”

Mateus 11.29

Façam suas reservas pelo Booking clicando no link abaixo! Nós receberemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de estar ajudando a manter o blog!



Booking.com

Pensando em alugar um carro? Reserve pela Rent Cars clicando no link abaixo. A Rent Cars pesquisa os melhores preços nas melhores operadoras. Alugando por aqui nós recebemos uma comissão e você não paga nada a mais por isso, além de ajudar a manter o blog.


por Vanessa Ribeiro em 02/01/2018